Saúde e bem-estar no novo normal da vela de cruzeiro brasileira

A pandemia de COVID-19 leva a uma nova tendência de viagens: as que irão privilegiar as atividades junto à natureza e os programas de bem-estar dentro do território nacional.

A volta das viagens em veleiro, principalmente dos cruzeiros internacionais, depende de fatores como a redução do número de casos da Covid-19, permissão dos governos para a navegação, abertura dos portos e como estará a sensação de segurança dos viajantes até lá. Neste cenário incerto, o que se pode garantir com alguma certeza é que as viagens a vela serão diferentes do que costumavam ser até alguns meses atrás — pelo menos na retomada.

Os protocolos de saúde e segurança serão a rotina nesse novo normal das viagens de veleiro, enquanto o mundo espera pela vacina contra o COVID-19. Os procedimentos já estão presentes nos hotéis, restaurantes, marinas, aeroportos e demais seguimentos do turismo e, por isso, não vou abordar esse assunto.

Vamos aproveitar e velejar pelo Brasil!

Sabemos que velejar é saudável pois saímos das cidades e nos relacionamos diretamente com a natureza. Hoje, mais do que nunca, isso é algo fundamental para manter nosso equilíbrio mental e saúde física.

Além disso, para os amantes da vela, velejar causa um grande bem-estar, diminuindo significativamente os níveis de estresse. Por isso, dedicar momentos para velejar ou tirar alguns dias para simplesmente relaxar são importantes para reduzir estes níveis de estresse e fazer com que seu corpo melhore a imunidade, diminuindo assim os riscos de contrair doenças e inflamações… afinal, um corpo saudável tem maiores chances de evitar o contágio ou combater qualquer vírus!

Também, ao se “isolar” em um veleiro, cumprimos o distanciamento social, evitando (ou reduzindo as chances) de nos contaminar.

Como escrevi em outro artigo… em um veleiro… “Sem perceber, relaxamos olhando o horizonte; nadar passa a ser um remédio para o corpo; meditamos sem planejar; e até a cerveja parece mais gostosa… Em um veleiro, então, podemos perceber que somos menos nervosos e mais prestativos, mesmo passando alguns dias naquele mundo restrito, rodeado pelo imenso quintal de água e pela natureza exuberante. As conversas ficam mais fáceis e as relações se fortalecem. Observando as estrelas deitados no deck, nos lembramos de quando éramos crianças. Então, sem nenhuma preocupação, felizes, vivemos o momento.”

Por isso, se puder, enquanto não se encontra uma vacina ou uma cura, se você possui um veleiro (ou consegue alugar um), recomendo as viagens de veleiro domésticas, que estão em alta e, por isso, para incentivá-lo, separei algumas matérias para incentivá-lo a partir numa viagem:

Também recomendo assistir aos vídeos de Youtube da Comunidade da vela Brasileira viajando pelo Brasil e pelo mundo… é só acessar Vida de Cruzeiro para uma lista de vídeos super bacanas de brasileiros que mudaram de vida e passaram a viver em um veleiro.

Espero que aproveite!

Bons ventos!

Max Gorissen

Velejador, escritor e editor SailBrasil… nessa ordem!

OBS: Todos os artigos recomendados foram realizados antes da pandemia.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s