Entenda a medição de velas

Cada classe de veleiro tem dimensões máximas de vela que não podem ser ultrapassadas.

Estas dimensões são definidas como I, J, P e E, (também Py e Ey para veleiros com armações Ketchs e Yawls – veja no desenho abaixo) e, na realidade, são apenas medidas em metros (no Brasil).

De posse destas medidas, qualquer veleria (empresa que confecciona ou repara velas), consegue fazer uma vela nova para seu veleiro.

A não ser que você tenha as “velas novas” do veleiro guardadas para usar como referência, o melhor é sempre medir fisicamente com base na mastreação do seu veleiro e não confiar totalmente nas especificações do fabricante. Isso porque, o tamanho da mastreação pode variar até mesmo entre veleiros do mesmo modelo e do mesmo fabricante, ou, como é comum em veleiros mais antigos, decorrente de mudanças na mastreação.

Antes de entrar nas medidas, é importante esclarecer que as velas mestra, buja e genoa de um veleiro possuem dimensões definidas por um conjunto de termos “náuticos” específicos, que são: a testa, a valuma e a esteira.

Medindo a Vela Mestra – “P” e “E”

Para obter a medida “P” da vela mestra, amarre uma fita métrica na adriça da vela mestra e casse até chegar ao tope do mastro.

Encoste a fita métrica onde se prende o punho da amura da retranca e veja o número em metros (Brasil) na fita métrica. Essa é a medida do “P“. Anote num papel.

Vários veleiros possuem a marcação ideal já definida, muitas vezes com um adesivo (ou pintado) em torno do mastro, principalmente em veleiros de regata. Nesse caso, use a medida que aparece quando você apoia a fita métrica na parte superior do adesivo – veja na foto abaixo. Não existe cor certa para o adesivo.

Adesivo, neste caso preto, em torno do mastro mostrando a marcação ideal para a medida do “P”. Na foto também aparece a manilha onde se prende o punho da amura… OBS: A retranca não está instalada.

A medição “E” é o comprimento da esteira na retranca, medido a partir de onde se prende o punho da amura até o punho da esteira ou, se existir, a marcação ideal (normalmente marcada com uma fita em torno a retranca).

Repetindo desenho acima para facilitar a visualização das informações.

O “Py” e o “Ey” é obtido repetindo o mesmo processo usado para se obter o “P” e o “E“.

Medindo a Vela Genoa ou a Buja – “I” e “J”

Para obter a media “I“, amarre uma fita métrica na adriça da genoa ou da buja (se tiver enrolador, na manilha do destorcedor do enrolador) e ice a vela em questão (genoa ou buja) ao seu ponto máximo. A medida do “I” será dada colocando a outra extremidade da fita métrica no nível do deck (não da cabine).

Depois, sem retirar a fita métrica da sua posição no deck, vá em direção à proa até o ponto de fixação da vela na proa, que pode ser, dependendo do caso, no topo do enrolador ou numa manilha para o punho da amura presa às ferragens do deck. A medida resultante dará a medição de “J”.

Máxima perpendicular – “LP”

A testa é a borda de ataque da vela (presa ao estai de proa). A valuma é a borda de fuga. A esteira é a borda inferior.

As bujas e genoas possuem ainda uma medida máxima perpendicular da testa (Perpendicular Luff), ou “LP“, que é a distância perpendicular a partir do centro da testa até o punho da esteira (veja no desenho abaixo).

O “LP” define o tamanho da vela em termos de percentagem de aumento para além da medição “J”. Isto é feito pois as velas de proa (buja ou genoa), podem ter diferentes tamanhos, ou seja, podem ultrapassar a medida do “J” e, por isso, são designadas com os números 1, 2, e 3 (veja desenho e tabela abaixo) para serem usadas em diferentes condições de vento ou de mastreação.

NúmeroTamanho da velaLP
 S/N100%J
3115%J + 15%
2135%J + 35%
1155%J + 55%

Nomes em Inglês

  • Mestra = main
  • Bujas = jibs
  • Genoas = genoa
  • Punho da esteira = clew
  • Punho da amura = tack
  • Tope = head
  • Testa = luff
  • Valuma = leech
  • Esteira = foot

Dica: Tanto na adriça da mestra quanto na adriça da genoa/ buja, amarre também um cabinho na adriça, juntamente com a fita métrica para, no caso de a fita métrica quebrar, você poder recuperar a adriça.

Quer saber mais sobre medidas de veleiros? Veja a Ficha Técnica de um Veleiro clicando aqui.

Espero ter ajudado.

Bons ventos!

Max Gorissen

Velejador, escritor e editor da SailBrasil… nessa ordem! 🙂

.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s